Arquivo da tag: Testes

Princípios de Design de Interface Gráfica – Parte 2/4

Na parte 1 deste artigo eu falei sobre a importância de se ouvir o usuário quando estamos desenvolvendo um sistema. Uma forma muito eficiente de se fazer isto é realizando testes de usabilidade, que é o assunto deste post.

Parte 2 – Testes de usabilidade

“Os testes de usabilidade devem ser uma atividade iterativa durante o ciclo de vida de um projeto. O resultado disso é um produdo final melhorado e um melhor entendimento do ponto de vista dos usuários do sistema” (Joshua Kaufman, em Practical Usability Testing).

Ou seja: teste uma vez, teste sempre e depois teste de novo. O objetivo de um teste de usabilidade é aprender como o usuário pensa e o que ele espera do sistema.

Conduzir um teste deste tipo não é algo muito complicado, porém requer boa vontade e disponibilidade de tempo e recursos. A receita é simples:

São necessários

  • Duas salas
  • Um ou mais usuários
  • Um computador rodando a sua aplicação
  • Uma pessoa para conduzir o teste de usabilidade
  • Uma filmadora
  • Uma TV

O computador deve ficar em uma sala e a TV em outra. A filmadora deve ser ajustada para filmar a tela do computador e transmitir para a TV. Na sala com o computador, o usuário deverá realizar uma série de ações propostas pelo condutor do teste. Na sala de TV a equipe de desenvolvedores deverá assistir ao teste de usabilidade.

Uma outra opção é gravar as ações do usuário com um software de captura de tela, como o Camtasia. O Camtasia pode gravar áudio e vídeo, que depois podem ser transmitidos para os desenvolvedores.

O teste deve ser feito com um usuário e depois repetido com os demais. Recomenda-se um número mínimo de 5 e um número máximo de 20 usuários.

É papel do condutor do teste de usabilidade explicar ao usuário e cenário e os objetivos do teste. O condutor deve indicar ao usuário por onde começar e pedir a ele que durante o teste “pense em voz alta”. Isto é importante para que todos entendam o que o usuário está pensando ao realizar uma ação.

Durante o teste é importante que o usuário fique livre para realizar as ações. O condutor deve interrompê-lo o mínimo possível, evitando ensinar o “caminho das pedras”.

Também é interessante que se tenha um questionário para que, ao final do teste, o usuário deixe as suas opiniões.

E claro, deve-se sempre planejar muito bem o teste, definindo objetivos, cenários e questionários previamente, para que o teste seja aproveitado ao máximo.

Para saber mais

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Artigos, Usabilidade